Nem eu vou à bola com Paulo Bento!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes


Depois de ver isto aqui, aqui, e aqui, decidi continuar esta onda de contestação!
Quem me conhece sabe que não tenho nada contra o P.Bento, mas é certo que algo tem que mudar, e parece que neste caso terá de ser o treinador a dar o peito às balas.

ps.: Na prática, eu vou à bola com P.Bento, porque comprei Gamebox e não vai ser nenhum treinador a tirar-me de Alvalade, mas a verdade é que "não vou à bola" com P.Bento.

Continue Reading
0 recortes

F*dasse...Só isto.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009 by Sean

Amanhã talvez consiga dizer um pouco mais sobre aquele estáminé ali para os lados do Campo Grande. Estou irritado com o Sporting e desculpe lá senhor JEB se eu acho que se passa alguma coisa por aqueles lados. Só espero que como primeiro presidente a trabalhar a tempo inteiro para o Sporting, no Estádio de Alvalade o micro-clima que afecta o relvado não o afecte também a si. F*dasse!

Continue Reading
0 recortes

Recomendação musical V

segunda-feira, 26 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes

Acabado de chegar da Festa das Latas em Coimbra, deixo-vos esta versão de uma música de Fernando Tordo, dos portugueses Linda Martini:



Esta é uma banda que tem feito das melhores coisinhas que se tem visto em Portugal. Cantando sempre em português, são conhecidos por letras curtas e grandes guitarradas. Como, aliás, se pode ver nesta música, onde as guitarras cantam e a voz só aparece no último refrão. E eu tenho o prazer de poder recomendá-los em disco e ao vivo, pois já tive a oportunidade de os ver em ambos os cenários!

Continue Reading
0 recortes

Recomendação musical IV

quinta-feira, 22 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes

Hoje não deixo uma, mas duas recomendações num só post. Ambas grandes músicas, de grandes bandas, bandas de grandes génios da música. E ambas músicas que me trazem muito boas lembranças!

A primeira é esta, saída do génio de Josh Homme:



A segunda, portuguesa, é esta, saída da cabeça do génio Manel Cruz:

Continue Reading
0 recortes

Como és tu eu perdoo...

by Luís de Aguiar Fernandes


Não há dúvidas que Rita Rato será uma boa deputada. Ainda antes de mostrar serviço já o é. E comunistas destas nem eu me importo de ver na Assembleia. Mas calma lá!

Na minha opinião, talvez ingénua, ser deputado é um cargo que extrema importância, apenas reservado aos melhores. E sim, Rita Rato é boa. Mas uma licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais que nunca ouviu falar nos campos de concentração/extermínio russos, Gulag para os amigos, faz-me duvidar dos seus créditos.

Felizmente, penso que a senhora não é burra. Nem parva. Cá para mim o que se passou foi que Bernardino Soares lhe ensinou que o comunismo é bom, e tudo o que se fez em qualquer regime comunista foi bom. Este Maozinho português fez-lhe uma lavagem cerebral e arruinou o intelecto desta jovem deputada. Ou então não, estou só a tentar adivinhar.

De qualquer maneira, desejo a esta senhora um bom mandato, apesar de tudo. Como és tu eu perdoo-te esta...

Continue Reading
0 recortes

É assim tão fácil enganar os EUA?

terça-feira, 20 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes

Há uns dias, não sei quantos, ri-me com uma notícia que abriu um qualquer telejornal. A história era a de um rapaz de 6 anos que se pensava estar num balão desvairado, balão esse que foi "perseguido" pela polícia e pela televisão por mais de duas horas, sempre em directo em vários canais. Quando o balão aterrou, viu-se que não havia qualquer criança, e que o suposto passageiro do balão estava na sua própria casa.

Ora, hoje deparo-me com esta notícia. E pergunto-me: será assim tão fácil enganar o país que gasta mais dinheiro em segurança por ano? Será assim tão fácil enganar a polícia que se assume como tendo de ser a mais segura? Isto preocupa-me, meus caros...

Continue Reading
0 recortes

Para os distraídos...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes



Nip Tuck já começou, e esta 6ª temporada promete. Nós não nos cansamos, e parece por demais evidente que este post tinha de ser feito! Votos para que esta seja a melhor temporada de uma série que nos inspirou a criar este blog!

Continue Reading
1 recortes

Recomendação cinematográfica II

by Sean

O filme chama-se "The Soloist" e é baseado numa história verídica e como diz o entendido de cinema co-autor deste blog, nada se deve contar sobre o filme pois é "melhor ver um filme sem nada dele se saber". E porque mesmo que o quisesse fazer não poderia. Ainda não vi mas confio plenamente em que mo recomenda, é um dos meus melhores amigos, é entendido nas artes visuais e nunca me desiludiu. Vou ver de certeza.

Fica o link com o trailer:
http://www.youtube.com/watch?v=E_Spu2nO0jw
e o link da entrevista dele ao 60 minutos:
http://www.youtube.com/watch?v=cHt6e7jqY5U

Continue Reading
4 recortes

A Prisão da vida ou a Prisão da Morte

domingo, 18 de outubro de 2009 by Sean

Já que se falou de Espanha neste blog, vou aproveitar a deixa para dizer que esta semana ouvi um senhor espanhol chamado Joaquin José Martinez numa conferência na Faculdade. O nome nada vos dirá mas a verdade é que me pôs a pensar sobre um tema que ainda cria alguns curtos circuitos na minha cabeça.

Vou contar-vos a história deste senhor:

Joaquin José Martinez foi condenado à morte em 1997, nos EUA, acusado de assassinar um casal de jovens (sendo o macho alfa do casal filho do Sheriff da cidade e traficante de droga). Mas há mais… Foi acusado pela sua ex-mulher com quem tinha em curso um processo de divórcio.
Começou por contar o momento em que foi detido, que palavras do próprio “Foi no estilo mais hollywoodesco que se consegue imaginar”, com helicópteros e carros a bloquear acessos a essa rua, etc.

Seguiram-se as discrições dos dias e das noites em que esteve preso, dos dramas com as transcrições dos depoimentos sempre adulteradas, às conversas com os outros condenados à morte, à referência ao caso de Frank Smith, às memórias dos “tremelicos” que a lâmpada da sua cela acusava sempre que electrocutavam um condenado, à visita ao tribunal porque não poderia ir para a cadeira eléctrica com uma multa de estacionamento por pagar, etc…

Referiu ainda que matar uma pessoa, matar um condenado à morte, custa mais a um Estado do que mantê-lo em prisão perpétua.

Conclui o seu testemunho dizendo que foi absolvido pelo Supreme Court dos EUA, depois de durante o julgamento o Sheriff admitir ter adulterado os depoimentos e de terem prendido outro suspeito que houvera praticado outro crime de natureza semelhante e de terem encontrado correspondência entre o ADN do suspeito com o encontrado em casa do casal assassinado alegadamente por Joaquin… Terminando assim o período de 4 anos em que viveu condenado a uma morte certa.

Foi de facto impressionante.

E agora que lia o post do meu parceiro falando dos que celebraram a vida em Madrid lembrei-me do conflito que este Homem me causou.

É certo que Joaquin estava inocente e ainda assim foi condenado à morte, é certo que as penas falham, os juízes falham, haverá muitos inocentes nas cadeias por erros como este mas então acaba-se com a pena de morte porque é falível e irreversível certo? Não poderia concordar mais mas isto leva-me a outro raciocínio, deve então acabar-se com todas as penas severas (como a pena máxima de 25 anos de prisão) porque são igualmente falíveis e se mo permitem igualmente irreversíveis, pois acabam com a vida do condenado. Não acabará com a vida num sentido físico ou médico mas não estará para esta pessoa a vida acabada? A nível social? A nível monetário, por exemplo? (ninguém que saia da prisão com 75 anos de idade e com 25 anos de pena cumprida terá esperança em arranjar um emprego, ou até uma boa reforma) Irá viver o condenado a pena de prisão de forma digna? É que se a discussão se põe ao nível da vida, também se terá de pôr ao nível da dignidade humana, dos direitos sociais.

Haverá crimes desculpáveis? Sim de facto existem, se alguém matasse Hitler com uma faca de cozinha e lhe desferisse 275 golpes sendo que ainda lhe cortou as orelhas, os olhos, lhe partiu os dedos, lhe arrancou todos os dentes a sangue frio, em suma o tivesse sujeitado a uma dor intensa e sobrenatural, eu diria que este crime de natureza perversa e macabra era desculpável. Mas ao abrir uma excepção abre-se uma janela de oportunidades para futuras excepções.
Por fim que o texto já vai longo, a Justiça comete erros mas também faz coisas certas, sem qualquer erro ou engano! E dizem que ela é cega, daí que só seja crime o que a lei definir como tal, por isso não culpem a pena, culpem o agente que realiza a conduta sabendo qual a consequência para o facto que vai praticar.

Continue Reading
2 recortes

Afinal de Espanha podem vir bons ventos...

by Luís de Aguiar Fernandes

Centenas de milhares em Madrid contra nova lei do aborto

Outras fontes falavam em 1 milhão de pessoas, unidas nas ruas de Madrid por uma causa nobre. E por aqui? O assunto já morreu? Em Madrid celebrou-se a vida, aqui já ninguém se importa...

ps.: vejam também este outro post, mais antigo, feito pelo meu parceiro: Números

Continue Reading
0 recortes

Sporting e PSD: o que os une?

segunda-feira, 12 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes


Sou sócio do Sporting e costumo votar PSD. E há aqui um padrão que me parece interessante. Senão veja-se:


  • Ambos pertencem ao grupo dos grandes.

  • Ambos não são "campeões" há alguns anos.

  • Ambos estão em péssima forma.

  • Apesar disso, em ambos nada muda.

  • Toda a gente percebe que algo tem de mudar, menos o/a Presidente.

  • A contestação é não só interna como externa.

  • Em ambos isso se reflete numa maior abstenção (quer das urnas, quer do estádio).

  • Mesmo assim, continuo a achar que ambos são os melhores.

  • O Aguiar Branco faz-me lembrar o Carlos Pereira: está ali há muitos anos, mas na realidade só obedece ao superior.

  • Ambos atingiram o fundo. Agora é só subir.

  • Em ambos a mudança de liderança (leia-se treinador) parece inevitável.

  • Ambos me provocam insónias, alturas em que me dá para pensar nisso.

  • Finalmente, tiveram vários candidatos comuns, sendo os melhores exemplos Pedro Santana Lopes e até o Caneira.

  • E ambos saíram derrotados.

O PSD já perdeu o "título", porque o campeonato já acabou, mas o Sporting ainda vai ser campeão. Eu acredito!


Ps.: Ambos têm uma mulher como figura de destaque nesta altura, mas a nossa Barbie (leia-se Miguel Veloso), é bem mais gira que a Dra. Manuela!

Continue Reading
1 recortes

Jornalismo em Portugal

domingo, 11 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes

Regra geral, os títulos são uma parte importantíssima de uma notícia. E veja-se esta: Um Nobel da Paz para Cristiano Ronaldo e Simão. E para ajudar, vou deixar aqui apenas o início da notícia.

"Já houve tempos em que ganhar o Nobel da Paz era mais difícil. Hoje, como se provou esta semana, é possível fazê-lo mesmo com uma carreira curta e poucas acções concretas. Assim fez ontem Cristiano Ronaldo, líder de uma equipa que prometeu mais do que tem realizado, mas que, na Luz, terá feito as pazes com o seu público."

Sim, gostei que Portugal ganhasse. Não, não achei bem atribuir-se o Nobel a Obama. Mas não acho que de deva dar um Nobel ao Poulsen, o dinamarquês que manteve vivas a esperança dos portugueses, como também não acho que se deva dar à minha avó, por ter uma feijoada tão boa que apaziguou o meu estômago. Haja limites e bom-senso!

Continue Reading
0 recortes

Prémio Nobel da... Paz? Esperança? É o quê afinal?

sábado, 10 de outubro de 2009 by Luís de Aguiar Fernandes


E o novo Nobel da Paz é... Barack Obama! Sem me querer alongar muito, deixo a pergunta no ar: Para se ser Prémio Nobel da Paz basta não entrar em nenhuma guerra, ou também é preciso fazer qualquer coisita?


ps.: Eu já não ando à bulha há mais de um ano...

Continue Reading
0 recortes